Dicas

Entenda o que é uma rotina de estudos, qual sua importância e como criá-la

As matérias cobradas na prova de residência médica são muitas. Tenho certeza de que muitas vezes você já se pegou perdido, sem saber o que estudar.

Pois saiba que estudar não é uma tarefa fácil. Ela exige concentração e uma dedicação intensa.

Sendo assim, criar uma rotina de estudos aumenta a sua produtividade, ela organiza os seus estudos, para que o seu preparo para a prova seja de qualidade.

O calendário de estudos deve ser pensado para obedecer a todos os seus anseios, ao seu cotidiano, a fim de que você consiga segui-lo.

Desse modo, é o melhor meio para te ajudar a garantir a tão sonhada aprovação na residência médica.

O que é uma rotina de estudos?

O que é uma rotina de estudos?

A rotina de estudos é a sistematização do processo de aprendizagem. Por meio dela é definido o que será estudado, quando e como.

Adequando os momentos de estudar, a momentos de lazer e descanso, por exemplo.

Além disso, ela se baseia nas metas e objetivos que se pretende alcançar. Por isso, é única e personalizável, a fim de atender aos interesses dos indivíduos.

Nela deve ser colocado tudo aquilo que é importante para aumentar o seu desempenho e manter o seu foco.

Tudo deve ser pensado para que o seu aprendizado seja constante, para não acumular nenhum conteúdo.

Como criar uma rotina de estudos? Confira 10 recomendações

Como criar uma rotina de estudos

Analise o seu dia a dia

Para criar um calendário de estudos, antes de tudo é preciso pensar na sua rotina, na sua realidade.

Colocar no papel quais são as atividades do dia a dia (aulas, trabalho, atividades domésticas) e qual o horário de realização de cada uma delas, vai facilitar a definição dos melhores dias e horários para estudar.

Assim você saberá se é possível reduzir ou trocar algumas dessas tarefas diárias, ficará mais fácil de organizar o cronograma de estudos. Afinal, não adianta elaborar um plano se você não estiver disponível para cumpri-lo.

Organize um ambiente de estudos

O ambiente de estudo também influencia bastante no seu desempenho. Então faça a escolha por um lugar com o mínimo de barulho possível, arejado e com uma boa iluminação.

Nada de estudar na cama ou sofá, em!? O local não pode oferecer distrações e todos os materiais que você utilizará precisam estar ao seu alcance.

Caso não consiga estudar tranquilamente em casa, tente conversar para ver se a dinâmica muda, caso isso não aconteça, algumas outras opções são: biblioteca, casa de algum parente ou casa de amigos.

Monte um cronograma de estudos por disciplina

Sabe aquelas tarefas listadas ao analisar o seu cotidiano!? Pronto, aqui você vai continuar a montagem do seu calendário de estudos encaixando os conteúdos que devem ser estudados.

Mas nada de colocar somente as matérias mais fáceis ou do seu interesse, todas elas devem entrar na sua programação.

É importante intercalar as matérias mais fáceis, com as mais difíceis, aquelas que exigem um esforço maior.

No cronograma de estudos também deve constar o seu método de estudos. Com isso, procure alternar os formatos de estudo: leitura, vídeo, exercícios.

Desse modo, será um momento mais dinâmico, não vai ficar algo monótono. Servirá de estímulo para continuar firme com a sua rotina de estudos.

Mantenha horários fixos de estudo

Sabe aquela preguiça de estudar, aquele deixar para depois?

Pronto, estudando sempre no mesmo horário esse problema vai deixar de existir. Com o passar do tempo você condiciona o cérebro aquela determinada atividade, aumentando a sua motivação e produtividade.

Por exemplo, se na segunda-feira - das 14h às 16h - é o dia de estudar conteúdos de Clínica Médica, então toda segunda no mesmo horário deve ser estudada essa matéria.

O psicólogo americano Jeremy Dean fala sobre isso em seu livro: “Making Habits, Breaking Habits: Why We Do Things, Why We Don't, and How to Make Any Change Stick

Segundo ele, para transformar as ações em rotina leva cerca de 66 dias, a depender do esforço e tempo que leva a atividade.

Com isso, as suas ações podem se tornar um hábito. Estudar vai se tornar rotineiro. O cérebro vai se acostumar e você enxergará o momento de aprendizado com outros olhos.

E o mais importante de tudo, ADEUS PROCRASTINAÇÃO!

Mantenha os materiais necessários sempre ao seu alcance

Todos os materiais fundamentais para o seu momento de estudo devem estar à sua mão.

Logo, pense em tudo o que será necessário para você naquele período - a exemplo de livros, cadernos, canetas, copo d’água - para não ficar interrompendo os estudos e diminuir o seu rendimento.

Evite distrações

O celular é uma ferramenta importante para estudar, mas as notificações dos aplicativos podem ser extremamente prejudiciais para manter o foco.

E como falamos anteriormente, além de dedicação, estudar exige muita concentração, muito foco. Então, desative as notificações.

Se ele não for a ferramenta utilizada, deixá-lo com a internet desligada e longe do seu ambiente de estudos é uma ótima dica.

Além disso, caso tenha televisão no local onde você está estudando mantenha desligada, para evitar dar aquela “olhadinha” e perder totalmente o foco.

Você se conhece, sabe o que pode te distrair. Por isso, evite toda e qualquer distração, a fim de manter uma rotina de estudos eficiente.

Faça pausas

Mesmo em momentos intensos de preparação descansar é sempre necessário. O momento de descanso te dá aquela energia que estava faltando. Então programe as suas pausas (ir ao banheiro, comer, escutar música).

Ao dormir, por exemplo, acontecem diversos processos metabólicos que, se sofrerem alguma alteração, impactam negativamente no nosso organismo.

Sendo assim, estudos apontam que a capacidade de concentração diminui quando dormimos menos do que o necessário.

Uma outra dica é fazer atividade física, uma vez que libera hormônios potencializadores da sensação de bem-estar e deixam a mente mais calma.

Além disso, o organismo precisa do descanso, precisa estar relaxado para aumentar a sua disposição, e, consequentemente, a sua assimilação dos conteúdos estudados.

Escolha um método de estudos

Você entende e fixa melhor o conteúdo lendo ou assistindo?

Faça uma avaliação e opte pelo formato de estudo que te proporciona mais facilidade no aprendizado dos conteúdos.  

Além disso, alguns outros métodos de estudos tornam o processo de aprendizagem mais eficiente.  

Existe o método Pomodoro, por meio do qual você estuda ininterruptamente durante 25 minutos e depois faz uma pausa de 5 minutos.

E, posteriormente, ao repetir esse ciclo por 4 vezes, faz uma pausa de 15 a 30 minutos, depois outros 4 ciclos, e assim sucessivamente. A repetição só acaba quando a programação de estudos tiver acabado.

Também existe o método Robinson, baseado em cinco passos: explorar, perguntar, ler, rememorar e repassar.

Todos eles objetivam aumentar o seu desempenho nos estudos, para garantir que você será aprovado e se tornará um residente.

Faça revisões com frequência

É muito fácil esquecer o que foi aprendido. A chamada curva do esquecimento mostra que mais de 50% do conhecimento é perdido somente nas primeiras 24 horas.

Por isso, as revisões e exercícios são imprescindíveis para o aprendizado. Isso porque você estará sempre revisitando os assuntos, o aprendizado será constante.

Mesmo que pareça chato retomar conteúdos vistos anteriormente, não se engane, eles são indispensáveis numa rotina de estudos.

As revisões periódicas devem ser feitas, seja por meio da elaboração de mapas mentais, da criação de flashcards ou da resolução de questões da sua banca.

Assim, a resolução de questão não é algo a mais. Entenda de uma vez por todas que resolvê-las faz parte do seu aprendizado. Toda teoria sempre deve ser acompanhada pela resolução de questões.

Faça simulados semanalmente, com questões relacionadas a todos os assuntos já vistos naquele período de estudos, se possível, aos sábados.

Tenha objetivos e metas claros

Estabelecer uma rotina de estudos exige que ela tenha metas e objetivos bem definidos, afinal, toda a organização é feita baseada neles.

Ademais, quando sabemos o motivo pelo qual fazemos algo, ficamos mais motivados, é mais fácil realizarmos as tarefas.

No topo do calendário devem ser definidos quais os seus objetivos detalhadamente. Posteriormente, visualize a concretização dele (onde você estará? Com quem? Fazendo o quê?).

O próximo passo é definir quais são os caminhos para chegar lá. Pense no que deve fazer para alcançar seus objetivos.

Por último, crie metas diárias para conseguir seguir esses caminhos, pensando nas estratégias para cumprir as exigências.

Saiba que essas metas e esses objetivos são importantes para que você se mantenha focado e não desista. Para que consiga cumprir o planejamento.

Qual a importância de manter uma rotina de estudos?

Ela é importante pois estabelece regras aos momentos de estudo, a fim de evitar a procrastinação e estabelecer a disciplina e concentração.

A rotina de estudos também é importante porque aumenta a qualidade do seu aprendizado, ele se torna mais eficaz. É mais fácil de alcançar o resultado almejado, se você seguir o calendário, claro.

Quais as vantagens de ter uma rotina de estudos bem definida?

A maior vantagem de todas da rotina de estudos é que ela te ajuda a criar o hábito de estudar.

Os hábitos de estudo devem fazer parte da rotina dos estudantes, assim como comer ou dormir. Com isso, a absorção do conhecimento fica mais fácil, é menos sofrida e desgastante.

Dito isso, ao cumprir o calendário, repetindo os mesmos processos diariamente, você se acostuma a estudar e dá um chega para lá na preguiça e na procrastinação.

Conclusão

Saber o que fazer para alcançar bons hábitos de estudo é essencial para alcançar os objetivos, e, certamente, impacta diretamente nas suas chances de aprovação na residência médica.

Assim, estabelecer uma rotina de estudos e conseguir segui-la  é um passo fundamental para chegar aonde você deseja.

Sendo assim, faça concessões, se adapte, evite distrações, resolva questões, estude com critério! Pois no final você com certeza será recompensado.

Leia mais:

Técnicas de Memorização: 15 Melhores para Ajudar nos Estudos

Método PBL na Medicina: O que é, Como Funciona e Vantagens

Cursos de revisão: estude para a prova focado na sua banca