Mentalidade

Inteligência Emocional para a aprovação na Residência Médica

Publicado em
05
/
10/2021

Olá queridos alunos,

Hoje estou aqui para conversar com vocês sobre um tema muito interessante que faz muita diferença para os alunos que conseguem atingir a aprovação nas provas de Residência Médica.

Todo ser humano tem diversas habilidades que o ajudam a manter o equilíbrio na sua vida. E atualmente uma das habilidades mais desenvolvidas que está trazendo grandes resultados é a Inteligência emocional!

Segundo a psicologia, a inteligência emocional é definida como a capacidade de identificar e lidar com as emoções e sentimentos pessoais e de outros indivíduos

Sei que nesses tempos corridos e de muito estudo sendo feito ao mesmo tempo, é muito difícil conseguir controlar as emoções. Grande parte das pessoas se sentem ansiosas e estressadas por vários motivos.

Mas o ponto fundamental é que muitas vezes não sabemos classificar a emoção que estamos sentindo de verdade e usamos esses termos (ansiedade e estresse) para classificar várias outras emoções.

Hoje vamos falar sobre inteligência emocional e vou te dar dicas de como desenvolver essa habilidade para garantir um equilíbrio na sua vida e ajudá-lo a lidar com as questões do seu dia a dia de forma mais tranquila e eficiente.

Sabemos que a vida dos médicos é muito corrida e as exigências profissionais sugam a energia e desestabilizam o equilíbrio. E é por isso que desenvolver a sua inteligência emocional vai ajudar a lidar melhor com os imprevistos e te deixará mais tranquilo na hora de estudar.

Benefícios de desenvolver inteligência emocional

Quando bem trabalhada, essa é uma competência que traz maior equilíbrio para a vida pessoal e sucesso para a profissional, porque o indivíduo passa a separar os sentimentos que sabotam as suas metas e conseguem evoluir mesmo nos momentos que são menos favoráveis!

Ou seja, é uma habilidade que permite que as pessoas gerenciem melhor seus sentimentos e a forma que agirão com base neles. Ter domínio da sua inteligência emocional significa ser capaz de perceber suas emoções, porque infelizmente não temos a capacidade de escolher o que vamos sentir.

O trabalho que podemos fazer é justamente aprender a reconhecer as emoções, nomeá-las de forma correta e trabalhar para entender qual foi o gatilho que a liberou. A partir deste momento, quando você conseguir entender os seus gatilhos, você será capaz de desenvolver formas de lidar melhor com suas emoções.

Quando conseguimos reconhecer nossos sentimentos de forma automática, o segundo passo é desenvolver uma boa técnica para conter os sentimentos negativos no momento que eles surgem e conseguir conter os danos que eles podem causar, principalmente quando estamos cansados.

Diante de tantos benefícios, você pode estar se perguntando: 

O que posso fazer para começar a desenvolver a minha inteligência emocional agora mesmo???

Na verdade, existem inúmeras estratégias, desenvolvidas com treinamento especializado, através de profissionais de coaching, mentoria e psicoterapia - mas meu objetivo hoje é trazer quatro dicas simples e poderosas que já te ajudarão a fazer a diferença.

Anote qual emoção está sentindo

Aprenda sobre seu comportamento e suas reações - todas as vezes que sentir que passou por um momento em que ficou desestabilizado, pare e conte até 10 respirando profundamente e depois anote qual a emoção que você sentiu de verdade no momento crítico.

Qual o gatilho que desencadeou essa situação e qual a atitude que você deveria ter tomado para não perder o controle. Vá fazendo isso durante alguns dias e já veja como você vai conseguir classificar mais fácil.

Leia mais:

Domine suas emoções

Aprenda a dominar suas emoções - depois de um tempo fazendo o exercício da dica anterior você vai começar a classificar mais rápido às suas emoções e, com isso, evitar ou minimizar os momentos de descontrole, pois você já será capaz de identificar o gatilho responsável por desencadeá-las e conseguirá começar a encontrar estratégias adequadas para não deixar a situação sair do controle.

Conheça seus limites

Descubra suas forças e limites e utilize-os a seu favor. Não se cobre por algo que você não pode dar no momento presente. Aprenda a ter paciência e entender que o ser humano vive em  constante aprendizado. Busque conhecer os seus limites e trabalhar para superá-los.

Seja resiliente

Aprenda a ser resiliente - os problemas sempre existirão. Ou você aprende a lidar com eles, ou a ansiedade e nervosismo que eles causarão em você serão capazes de paralisá-lo. Sempre que você se deparar com um problema, pare e respire profundamente, depois pense em três estratégias para lidar com o problema. Em seguida, decida qual a estratégia mais fácil de ser implementada e que poderá trazer o resultado mais rápido para solucionar o seu problema.

Entenda que ninguém desenvolve a inteligência emocional do dia para a noite, mas com muito treino e persistência você verá rapidamente algumas mudanças no seu comportamento e isto te ajudará a viver em equilíbrio e conseguir estudar de forma mais eficiente para as provas de Residência Médica.

Entendo também que nem todas as pessoas conseguem desenvolver essa habilidade sozinhas, mas podem ficar tranquilos, porque temos os planos de acompanhamento individualizado de mentoria que servem exatamente para ajudá-lo com essa questão e várias outras.

Aproveite que falta pouco tempo para a sua prova e vem conhecer a metodologia que ajudou tantos alunos a obterem a aprovação no ano passado e pode ser a diferença que falta para você comemorar a sua aprovação esse ano!!!

Então cliquem no banner abaixo, marque uma conversa comigo, e eu passarei para vocês todos os detalhes para que transformem o seu processo de estudo.

Forte abraço,

Diana Sette | Mentora EMR