Mentalidade

Saiba as principais armadilhas da insegurança em seus estudos

Publicado em
23
/
11/2021

Vocês já perceberam que quanto mais perto chegamos de uma prova, mais ficamos tentados para mudar nossa estratégia de estudo, e mais descrente ficamos?

É comum que a ansiedade nos deixe mais inseguros e que os pensamentos negativos nos paralisem com mais frequência, mas depois que vocês aprenderem as principais armadilhas que sabotam a sua reta final, tenho certeza que vocês não se deixarão levar.

Agora está na hora de confiar em si e na sua estratégia desenvolvida durante os meses de estudo. Foquem no objetivo da aprovação e sigam com o planejamento! 


Vou lhes contar algumas armadilhas:

1. “Agora que falta pouco, preciso dar o gás todo e estudar todas as horas que for possível!”

Esse pensamento é comum e muito perigoso. Entendam que estudar é uma atividade cansativa e quanto mais vocês exagerarem, maiores são as chances de perderem o ritmo! Pois o cansaço vai se acumulando com o tempo e vocês correm o risco de ficarem exaustos e desistirem. 

Procurem conhecer suas limitações e distribuir os seus estudos diários, de forma que no outro dia vocês acordem descansados - seja para retomar o estudo ou trabalhar. 

Façam um levantamento dos conteúdos que faltam ser estudados ou revisados, e distribuam a quantidade pelos dias até a prova.

Se vocês perceberem que já não dá mais tempo de ver tudo, então criem uma hierarquia de importância dos assuntos e vão fazendo o melhor que puderem! Caso não consigam ver tudo, ao menos priorizam o que mais cai na prova.


2. “Já que tenho pouco tempo, vou parar de fazer exercícios e simulados e só retornar quando terminar toda a teoria!”


NÃOOOOO!!! Esse é o pior pensamento que vocês podem ter neste momento. 

Vocês não podem trocar a qualidade pela quantidade. É extremamente importante que vocês continuem aprendendo os conteúdos e tenham condição de acertá-los na hora da prova. 

Caso vocês foquem só na teoria, não saberão como o assunto é cobrado na prova, nem se vocês realmente estão preparados para resolver as questões. 

Lembrem-se que é muito conteúdo sendo visto de uma vez só… é muito comum vocês trocarem informações e esquecerem detalhes importantes.


Mantenham uma rotina de estudo com o ritual necessário para ter eficiência: Teoria + questões + revisão (pontos decorebas).


3. “Vou focar em uma matéria de cada vez, pois vou priorizando o que mais gosto ou é mais fácil de aprender!”


Não caiam nessa cilada! Entendam que a banca tem seus critérios próprios. Sigam estudando os assuntos que mais caem. Não adianta de nada ficar afiado em conteúdos que não serão cobrados.

Nessa estratégia vocês ficam um bom tempo focados em uma matéria, mas depois passam muito tempo sem revisar e começam a esquecer.

Tentem distribuir os estudos, levando em consideração o peso das matérias (tamanho dos conteúdos e a incidência na prova) de maneira que vocês voltem várias vezes nas matérias para estar sempre relembrando o que foi estudado.

Aqui, vocês assumem o grande risco de não ver alguma ou algumas matérias por causa dos imprevistos e pela falta de tempo. Então não foquem seus estudos em uma única parte do conteúdo, distribuam os seus conhecimentos e aumentem suas chances de sucesso no resultado.


Quem decide o que é importante é a banca, não vocês!


Olhem nas provas anteriores os assuntos cobrados (esse trabalho já foi feito pela equipe do EMR para que vocês não percam tempo). Peguem o PDF e descubram quais são os assuntos que não podem ficar de fora do planejamento, como para o SES-PE.

Sobre o ENARE, só temos a prova do ano passado para usar como parâmetro, então resolvam ela o mais rápido possível, caso ainda não tenham feito.

Criem metas para ver ou reforçar tudo o que for importante até o dia anterior à prova.


4. “Vou parar as revisões, pois preciso fechar os conteúdos.”


Não façam isso de forma alguma! Quando vocês param a revisão, começam a esquecer os assuntos já estudados. Assim, vocês estarão cobrindo a cabeça e descobrindo os pés, ou seja, aprendendo novos conteúdos e esquecendo os já estudados anteriormente.

Entendam que não é possível gravar tudo o que aprendemos, principalmente se estamos vendo o conteúdo pela primeira vez. 

Claro que temos uma vaga lembrança do que estudamos, mas isso não será suficiente para fazê-los acertar questões.

O avanço é muito importante quando acompanhado de um excelente processo de revisão. Avancem com consistência e mantenham suas chances de acerto nas questões dos assuntos já vistos.


5. “Preciso comprar novos materiais e ainda tentar aproveitar tudo o que tenho (apostilas, aulas, livros, questões, mapas mentais, resumos, anotações de aula e etc.)”


Aqui o problema é que vocês se entopem de atividades e perdem o foco do aprendizado eficiente. 

Conheçam seus materiais e percebam qual deles será melhor aproveitado nesse momento de preparação, e só utilizem os outros em caso de extrema necessidade (foquem no que for mais resumido para não perder tempo).

Lembrem-se de começar sempre a consulta pelo material mais resumido, avançando o nível de profundidade somente se o material em questão não servir para tirar as suas dúvidas.

Agora vocês já perceberam que essas 5 armadilhas parecem solução, mas são apenas alternativas que a insegurança está buscando para achar uma solução mágica! Fiquem atentos e não façam mudanças baseadas na sua emoção.

Avaliem os seus desempenhos, racionalizem sobre as mudanças que desejam fazer pensando: 


“Realmente essa mudança vai agregar para minha produtividade e vou conseguir melhores resultados?”.


Forte abraço,

Diana Sette | Mentora EMR