Covid-19

Uma nova esperança no tratamento da COVID-19

A pandemia causada pelo novo coronavírus está longe do fim, mas os estudos com o objetivo de encontrar um tratamento para a Covid-19 também são incessantes. Um deles, publicado no último dia 06 de janeiro no periódico The New England Journal of Medicine, trouxe esperança para os idosos, grupo de risco para a doença. Os cientistas descobriram que o plasma convalescente com altos níveis de anticorpos contra o Sars-Cov-2 é um grande aliado.

Dessa maneira, foi apontado na pesquisa que o plasma convalescente foi capaz de diminuir as possibilidades de evolução da infecção causada pelo vírus. Isso quando administrado 3 dias após a manifestação de sintomas leves. O ensaio clínico contou com a participação de 160 idosos, dos aqui 80 receberam placebo e outros 80 receberam o componente sanguíneo.

O resultado do ensaio clínico randomizado mostrou que 48% dos pacientes idosos tiveram o risco relativo de evolução para uma doença grave reduzido. O diagnóstico positivo para o coronavírus dos participantes foi confirmado através do RT-PCR. A demais, participaram da análise idosos argentinos a partir dos 75 anos, com ou sem comorbidades e idosos entre 65 e 74 anos com pelos menos uma doença pré-existente. Desses, 62% eram mulheres.

Pesquisas como essa – embora precise de um grupo populacional maior, para ser determinada como regra - representam a esperança por dias melhores, nos quais a Covid-19 será facilmente tratada como qualquer outra doença. Para além disso, um outro ensaio clínico está em fase de recrutamento nos Estados Unidos. Ela também utiliza o plasma como objeto de estudo para tratamento, e ainda para prevenção, no entanto, as pessoas analisadas são adultos entre 18 e 90 anos.

Fontes:

https://portugues.medscape.com/verartigo/6505876

PDF do estudo